segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

o azul primeiro



Eu tenho um plano:
tu escondes nas tuas estradas os significados das minhas linhas
e a tua felicidade é senão
maneira de dizer as asas do meu escrever


e porque
tudo se tornou quieto, tão quieto,

descanso no teu azul iminente.

2 comentários:

  1. Escorrego pelas bordas de todas essas palavras e vejo que tudo isso é um imenso e profundo sem fim.

    ResponderExcluir